Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 22/6

Índices futuros dos EUA têm leve queda com investidores à espera de fala do presidente do Fed; Eletrobras e mais destaques da sessão
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para o trader investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 22/6; invistaja.info;


BRBI11 | P/Cap.Giro: 5.58 | P/EBIT: 0.0 | P/VP: 5.22 | PSR: 0.0 | P/L: 0.0 | ROE: 0.0

BRASÍLIA | invistaja.info — Após a alta da véspera, as bolsas americanas registram uma sessão de leve queda na sessão desta terça-feira (22), com os investidores à espera de fala de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve. Em discurso preparado para uma audiência na Câmara dos Representantes, Powell dirá que a economia dos Estados Unidos tem apresentado melhora “sustentada” e também preverá um avanço no mercado de trabalho do país, mas classificará a inflação como temporária.

Por aqui, os investidores acompanham a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que elevou a Selic em 0,75 ponto percentual, a 4,25% ao ano. Além disso, no radar corporativo, a Câmara dos Deputados concluiu na noite de segunda a votação da Medida Provisória que permite a privatização da Eletrobras. O texto segue agora para sanção presidencial.

Confira os destaques:

+Ex-diretor da Vale, advogado Clovis Torres assume presidência de Furnas

1.Bolsas mundiais

Os índices futuros americanos têm leves quedas nesta terça-feira (22), marcada por alta das bolsas asiáticas e por tendência de queda na Europa.

Na segunda (21), o Dow subiu 586,89 pontos, ou 1,76%; o S&P avançou 1,4%; e o Nasdaq, 0,79%. Assim, os índices recuperam parte das perdas da semana anterior, marcada pela elevação das projeções do Federal Reserve para inflação e sinais de que a instituição pode elevar a taxa de juros antes do indicado até então.

Ações do setor de commodities, de empresas como Devon Energy e Occidental Petroleum, lideraram os ganhos. Além disso, ações ligadas à retomada da economia, como as da empresa de cruzeiros Norwegian Cruise Line e Boeing, tiveram alta de mais de 3%, em um momento em que a economia dos Estados Unidos continua a reabrir.

Até o domingo (20), o país havia vacinado 52,95% de sua população, o que vem contribuindo para reduzir internações e mortes e impulsionar a retomada das atividades.

Nesta terça, o presidente do Fed, Jerome Powell, testemunhará à Câmara dos Representantes sobre a resposta do banco central americano à pandemia. O conteúdo de sua fala foi antecipado já na segunda de manhã, e é provável que Powell indique que o Fed pode começar a discutir em breve a remoção de algumas de suas medidas inéditas de estímulos, implementadas durante a pandemia.

Segundo o release do Fed à imprensa, Powell deverá afirmar: “Desde que nos encontramos da última vez, a economia indicou melhora sustentada. Vacinações em massa se somaram a ações fiscais e monetárias sem precedentes, fornecendo forte apoio à recuperação. Indicadores de atividade econômica e emprego continuaram a se fortalecer, e o PIB real deste ano parece caminhar para sua maior taxa de aumento em décadas”.

Powell deve afirmar que a “inflação aumentou notavelmente nos últimos meses”. Mas deve avaliar que se trata de um efeito temporário, e que a inflação deve se acomodar próxima a 2% no longo prazo.

Na véspera, os mercados dos EUA repercutiram as declarações do presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, que adotou outro tom depois de causar desânimo nos mercados na sexta. No fim da semana passada, Bullard disse que a mudança de sinalização do Fed, que tomou uma decisão de juros com comunicado mais hawkish (favoráveis a apertar a política monetária para conter a inflação), é uma resposta natural ao crescimento econômico do país. A fala ajudou a derrubar ainda mais as bolsas. Ontem, por outro lado, Bullard amenizou o discurso, dizendo que os dirigentes da instituição “estão apenas no início” do processo de discutir a gradual redução nas compras de bônus (“tapering”).

As bolsas asiáticas tiveram altas na terça, com destaque para as japonesas. O índice Nikkei, do Japão, subiu 3,12%, se recuperando da queda de mais de 3% de segunda.

Na China continental, o composto Shanghai subiu 0,8%; em Hong Kong, o índice Hang Seng teve queda de 0,3%; na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,71%.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, tem leve queda, de 0,12%. Ações do setor de petróleo e gás sobem 1%, em meio à alta geral dos preços das commodities, enquanto que ações do setor de tecnologia caem 0,7%.

Na segunda, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, contribuiu para impulsionar os mercados, apresentando uma previsão otimista para a economia da Zona do Euro. Ela afirmou que o bloco está “claramente em uma situação diferente” em relação aos Estados Unidos quanto à inflação.

O Reino Unido deve começar nesta terça negociações para integrar o Tratado de Parceria Transpacífica, que o governo vê como central para seu futuro após o Brexit. O acordo prevê suprimir 95% das tarifas de bens e serviços entre os países membros. Até o momento, o bloco é constituído por: Japão, Canadá, Austrália, Vietnã, Nova Zelândia, Cingapura, México, Peru, Brunei, Chile e Malásia.

Além disso, o grupo de mídia Vivendi aguarda a votação de investidores nesta terça a respeito da proposta de um spin-off a partir de seu Universal Music Group. O movimento sofre oposição de fundos de hedge ativistas, que afirmam que ele beneficiaria desproporcionalmente o maior acionista da empresa, Vincent Bollore, em detrimento de investidores menores.

Veja o desempenho dos principais índices às 7h30 (horário de Brasília):*Dow Jones Futuro (EUA), -0,01%*S&P 500 Futuro (EUA), -0,03%*Nasdaq Futuro (EUA), -0,02%Europa*FTSE (Reino Unido) +0,25%*Dax (Alemanha), -0,13%*CAC 40 (França), -0,06%*FTSE MIB (Itália), -0,54%Ásia*Nikkei (Japão), +3,12% (fechado)*Shanghai SE (China), +0,8% (fechado)*Hang Seng Index (Hong Kong), -0,63% (fechado)*Kospi (Coreia do Sul), +0,71% (fechado)Commodities e bitcoin*Petróleo WTI, -0,502%, a US$ 73,29 o barril*Petróleo Brent, -0,45% a US$ 74,56 o barril*Bitcoin -2,79%, a US$ 31.795,36**A Bolsa de Dalian fechou com o minério de ferro em queda de 2,69%, cotado a 1139 iuanes, equivalente hoje a US$ 175,9 (nas últimas 24 horas).USD/CNY = 6,48

 

2. Agenda

Às 8h será divulgada a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central do Brasil. O documento pode contribuir para uma avaliação sobre da trajetória da taxa de juros nos próximos mese, após o Copom ter sinalizado, depois de subir a Selic em 0,75 ponto percentual, nova  alta de juros em 0,75 ponto porcentual, mas deixando a porta aberta para uma alta mais expressiva a depender das expectativas inflacionárias.

Às 9h, na CPI da Covid, o deputado federal Osmar Terra presta depoimento.

Às 11h serão divulgados dados sobre vendas de moradias usadas nos Estados Unidos, relativos a maio. Também às 11h, o Fed de Richmond divulga o seu índice de manufatura, relativo a junho. Às 12h, May Daly, membro do Comitê Federal do Mercado Aberto (Fomc na sigla em inglês) do Fed realizará um discurso. Às 15h, Jerome Powell, presidente do Fed, realiza um depoimento à Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Às 17h30 serão divulgados dados sobre estoques semanais de petróleo.

Às 11h serão divulgados dados sobre confiança do consumidor na Zona do Euro, relativos a junho. A previsão de economistas consultados pela Refinitiv é de queda de 3%. Também às 11h, Philip Lane, do Banco Central Europeu (BCE), realizará um pronunciamento. Às 17h, Isabel Schnabel, do BCE, realizará um pronunciamento.

Às 20h50 serão divulgadas as atas da reunião de política monetária do Banco Central do Japão. Às 21h30 serão divulgados os índices do gerente de compras (PMI na sigla em inglês) dos setores industrial e de serviços, relativos a junho no Japão.

3. Covid no Brasil e CPI

Na segunda-feira (21), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 2.059, alta de 20% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia, foram registradas 899 mortes. As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24 h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 73.564, alta de 25% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 43.413 casos.

Chegou a 64.436.634 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 30,43% da população. A segunda dose foi aplicada em 24.390.876 pessoas, ou 11,52% da população.

A Copa América já registrou 140 casos confirmados de Covid-19, a maioria em membros de delegações, empregados terceirizados e operários envolvidos com a organização da competição realizada no Brasil, informou nesta segunda-feira a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

A Conmebol não informou quantos jogadores tiveram testes positivos para Covid entre os 140 casos confirmados. Na semana passada, o Ministério da Saúde afirmou que 37 jogadores e membros das delegações tinham sido contaminados pela doença, de um total de 82 casos confirmados até 18 de junho.

hotWords: movimentar nesta 22/6 assuntos

Publique seu negócio no invistaja.info

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou na segunda que o Congresso fará luto de 3 dias em respeito aos 500 mil mortos pela Covid-19 no país. Mas não interromperá os trabalhos e votações nas Casas. A decisão foi motivada por pedido, inicialmente formulado por partidos da oposição na sessão de segunda.

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber acatou na segunda ação de governadores, e suspendeu convocação de chefes de Executivos estaduais pela CPI da Covid no Senado. A ministra deixou aberta a possibilidade de o “órgão parlamentar convidar essas mesmas autoridades estatais para comparecerem, voluntariamente, à reunião da comissão a ser agendada de comum acordo”.

Criada inicialmente para investigar erros e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia, a CPI incorporou entre seus objetivos a investigação de possíveis desvios de recursos federais repassados aos Estados e Distrito Federal.

No final do mês passado, a CPI aprovou a convocação de nove governadores e um ex-governador. Wilson Lima (PSC), do Amazonas, que seria o primeiro a depor, não compareceu à CPI após Rosa Weber ter concedido habeas corpus permitindo que ele não fosse à comissão. O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel compareceu à CPI, mesmo tendo obtido um habeas corpus, mas deixou a audiência quando se sentiu incomodado.

Reportagem de capa do jornal O Estado de S. Paulo afirma que o governo fechou a compra da vacina indiana Covaxin por um preço 1.000% mais alto do que era anunciado pela própria fabricante seis meses antes. De acordo com o jornal, um telegrama da embaixada brasileira em Nova Délhi de agosto de 2020 informava que o imunizante produzido pela Bharat Biotech tinha preço estimado em US$ 1,34 a dose. Mas, em fevereiro de 2021 o Ministério da Saúde firmou contrato com preço de US$ 15.

A compra da vacina Covaxin deve se tornar um novo ponto abordado pela CPI da Covid no Senado. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a cúpula da CPI pretende convocar o tenente-coronel Alex Lial Marinho, apontado em depoimento como um dos autores de suposta pressão de um servidor do Ministério da Saúde para agilizar a compra da vacina durante a gestão do então ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. Foi apresentado pedido para quebra de sigilo fiscal, bancário, telefônico e telemático de Marinho, além do ex-secretário executivo da pasta, Élcio Franco. Em depoimento ao Ministério Público Federal um funcionário da pasta relatou uma pressão que encarou como atípica para a liberação da importação da Covaxin.

A CPI da Pandemia ouve nesta terça o deputado Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania. Apontado como integrante do “gabinete paralelo” que orientava o presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento ao coronavírus, ele deve depor na condição de convidado. A participação de Osmar Terra no “gabinete paralelo” foi citada pela primeira vez em maio, durante depoimento do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à CPI. Na ocasião, Mandetta afirmou que “outras pessoas” buscavam desautorizar orientações do Ministério da Saúde a Jair Bolsonaro. Entre eles, o ex-ministro da Cidadania.

Em um reunião realizada em setembro do ano passado com a presença do presidente da República, o parlamentar foi apresentado como “padrinho” de um grupo de médicos que apoiavam o uso de remédios sem eficácia contra a covid-19. “Em várias oportunidades, Osmar Terra externou sua opinião sobre a forma como deveria se dar o enfretamento à crise. Imunização coletiva não pela vacinação em massa da população, mas por meio da exposição do maior número possível de pessoas”, afirmam os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Rogério Carvalho (PT-SE) na justificativa do requerimento aprovado pela CPI.

4. Conta de luz, reforma tributária e noticiário político

De acordo com estimativa do economista André Braz, coordenador de índices de preços da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a conta de luz pode ficar ao menos 15% mais cara a partir de julho. Publicada em reportagem de capa do jornal O Globo, a estimativa leva em conta a perspectiva de reajuste de mais de 60% pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sobre a bandeira tarifária vermelha, com base em informações de bastidores obtidas pelo jornal O Globo.

A bandeira tarifária vermelha é acionada em momentos em que a baixa de reservatórios leva o governo a acionar mais as termelétricas, que têm um custo maior. Braz vê efeito de 0,6 ponto percentual sobre a inflação mensal com o ajuste.Na segunda, o Ministério de Minas e Energia reafirmou em nota que o governo federal vem implementando ações para garantir o fornecimento de energia elétrica no Brasil e não está tomando quaisquer medidas objetivando o racionamento de energia elétrica.

“Em sintonia e permanente diálogo com entidades governamentais e da sociedade civil, o MME trabalha de modo que os impactos sejam os menores possíveis na vida do cidadão.” O racionamento, segundo a pasta, não está no radar do governo.Dentre as ações avaliadas pelos órgãos envolvidos, disse o ministério, está uma medida provisória que visa fortalecer a governança do processo decisório. A pasta ressaltou ainda que busca o uso racional dos recursos hídricos e da energia elétrica.

Além disso, em entrevista a correspondentes estrangeiros na segunda a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou na segunda que o governo brasileiro vai propor uma nova lei para rastrear fornecedores indiretos de gado no Brasil que vendem bovinos a produtores como JBS e Marfrig. O anúncio ocorre em um momento em que grandes produtores e o governo são pressionados pela venda de carne de gado de origem ilegal, um importante vetor para o desflorestamento.Tereza Cristina afirmou que o atual sistema de rastreamento é ineficiente para acompanhar produtores em uma área que envolve 5 milhões de propriedades rurais.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro admitiu na manhã de segunda-feira a apoiadores a “dificuldade” de aprovar na Câmara dos Deputados o projeto para que o ICMS que incide sobre os combustíveis tenha um valor fixo nos estados.A proposta, que foi enviada pelo governo federal ao Congresso no mês passado, está na pauta de votações do plenário da Câmara desta semana.

Questionado por um simpatizante que se disse caminhoneiro autônomo e queria apresentar uma lista de seis itens da categoria que estaria na “UTI”, Bolsonaro disse que o “maior problema de vocês é o preço dos combustíveis”.

“Deve ser votado esta semana, não sei se vai ser aprovado ou não, um projeto de lei complementar para regulamentar uma emenda constitucional de 2001 onde diz que o ICMS tem que ter um valor fixo nominal, real, no Brasil todo”, afirmou.

“Está com dificuldade de aprovar, depois nós negociamos com o Arthur Lira, o presidente (da Câmara), que tem ajudado a gente nessas causas aí. Para a gente deixar que cada Estado decida nominalmente –não percentual– o valor do diesel, gasolina e álcool”, emendou ele, em transmissão por um canal de uma rede social direto do Palácio da Alvorada.

Segundo informações do Estadão, o ministro da Economia Paulo Guedes decidiu propor a volta da tributação do lucro e dividendos com uma alíquota de 20%. A alíquota é maior do que os 15% inicialmente previstos para compensar a perda de arrecadação que o governo terá com o aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de R$ 1,9 mil para R$ 2,4 mil.

A tributação do lucro e dividendos (parte do lucro da empresa distribuída entre acionistas) terá uma faixa de isenção de R$ 20 mil por mês.

O governo também vai reduzir de 25% para 20% a alíquota de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). A ideia é fazer essa redução em dois anos, mas setores empresariais já pressionam para que a queda da alíquota ocorra de uma única vez.

Ainda no radar político, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Felipe Salomão, determinou nesta segunda-feira prazo de 15 dias para que o presidente Jair Bolsonaro e outras autoridades que deram declarações sobre fraudes nas urnas eletrônicas apresentem evidências e informações que sustentem as afirmações.

Além disso, na portaria assinada por Salomão foi instaurado procedimento administrativo para apurar a existência de elementos concretos que possam ter comprometido “a regularidade de pleitos anteriores”.

Bolsonaro tem afirmado repetidas vezes, sem apresentar provas, que houve fraude na eleição de 2018, vencida por ele. Segundo o presidente, sua vitória teria ocorrido já no primeiro turno.

5. Radar corporativo

Na noite da véspera, a Câmara dos Deputados concluiu na noite de segunda a votação da Medida Provisória que permite a privatização da Eletrobras. O texto segue agora para sanção presidencial. O aval do Congresso representa uma vitória para o governo de Jair Bolsonaro, que ainda não vendeu nenhuma empresa de controle direto da União.

A Petz celebrou contrato de aquisição do Cansei de Ser Gato Serviços de Produção de Conteúdo (“CDSG”), uma das maiores plataformas digitais de conteúdo e produtos exclusivos para gatos no Brasil. Fundado em 2013 pelas empreendedoras Amanda Nori e Stéfany Guimarães, o CDSG cria conteúdos bem humorados e educativos para donos de gatos, além de produtos exclusivos para felinos. O Magazine Luiza informou a conclusão da compra da plataforma de entrega de refeições por aplicativo Plus Delivery. Já a CSN aprovou o programa de recompra de até 24,15 milhões de ações.

A empresa de açúcar e etanol São Martinho registrou lucro líquido de R$ 207,36 milhões no quarto trimestre da temporada 2020/21, alta de 45,4% em relação a igual período do ciclo anterior. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 568,2 milhões no quarto trimestre fiscal da empresa, queda de 1,9% na comparação anual.

Ainda em destaque, a CVC pode levantar até R$ 480 milhões em oferta subsequente de ações. O preço por ação foi fixado em R$ 19,12. Já a Ecorodovias precifica sua oferta nesta terça, que pode captar até R$ 2 bilhões.

O jornal O Estado de S. Paulo informou, citando fontes, após o fechamento do mercado, o grupo francês Casino contratou o banco brasileiro BR Partners para começar a estruturar a venda de sua fatia no GPA, dono da marca Pão de Açúcar. Por enquanto não há nenhuma negociação efetiva em curso, pois o objetivo do Casino, conforme fontes, é se desfazer primeiro Cnova, seu braço de comércio eletrônico, e do Grupo Éxito, com presença na Colômbia, Uruguai e Argentina. Na véspera, os papéis PCAR3 subiram quase 8% após notícia do jornal O Globo de que o empresário Michael Klein começou a montar uma participação minoritária na empresa.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Curso gratuito do (invistaja.info) mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.

palavras-chave: Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 22/6; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 22/6

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Leia também:

Bolsas mundiais operam sem direção definida após alta dos mercados americanos na véspera; fala de Powell no radar

Petz anuncia compra da plataforma Cansei de Ser Gato

Cresce movimento contrário à divisão da Oi Móvel entre Vivo, TIM e Claro

Câmara dos Deputados aprova texto-base da Medida Provisória da privatização da Eletrobras em 2ª votação

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.