Publicidade

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 8 mil na semana, a 198 mil

Mercado de trabalho americano continua aquecido e média móvel de novos pedidos está em menor patamar desde 1969
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de investidor para investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 8 mil na semana, a 198 mil; invistaja.info;


EKTR3 | Pat.Liq: 2895000000.0 | PSR: 0.808 | P/Cap.Giro: 25.11 | Mrg.Liq.: 0.0931 | P/L: 8.67 | Liq.Corr.: 1.08

ListenToMarket: Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 8 mil na semana, a 198 mil – Áudio gerado às: 12:40:29

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos teve redução de 8 mil na semana encerrada em 25 de dezembro, a 198 mil, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta quinta-feira pelo Departamento do Trabalho americano.

O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam 205 mil solicitações. O total de pedidos da semana anterior foi revisado para cima, de 205 mil a 206 mil.

O número de pedidos continuados, por sua vez, apresentou recuo de 140 mil na semana encerrada em 18 de dezembro, a 1,716 milhões, o menor nível desde 7 de março de 2020. Este indicador é divulgado com uma semana de atraso.

+Criptos hoje: Bitcoin se segura em US$ 48 mil, traders perdem US$ 500 milhões e buscas no Google atingem mínima

A média móvel do número de novos pedidos das últimas quatro semanas semanas foi 199.250, uma diminuição de 7.250 da média revisada da semana anterior. O valor chama atenção por estar em seu nível mais baixo desde 25 de outubro de 1969, quando foi de 199.250.

hotWords: auxílio-desemprego caem pedidos

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Outro número que chamou atenção na publicação é relativo à diminuição da taxa de desemprego segurada, que ficou em 1,3% na semana encerrada em 18 de dezembro, um diminuição de 0,1 ponto percentual em relação à taxa da semana anterior, nível mais baixo desde 7 de março de 2020, no começo da pandemia.

Os números do desemprego nos Estados Unidos vêm sendo acompanhados de perto pelos investidores. Ao mesmo tempo que mostram que a recuperação da maior economia do mundo está avançando, o maior número de vagas tende também a sinalizar que o Federal Reserve pode acelerar a retirada de estímulos.

(Com Estadão Conteúdo)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

palavras-chave: Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 8 mil na semana, a 198 mil; invistaja.info;

RIO DE JANEIRO | economia | invistaja.info – Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 8 mil na semana, a 198 mil

REFLEXÃO: Bill Mann, da Motley Fool Asset Management: Busque investir em conjunto com grandes gestores, depois, é só ser paciente.

Tópicos mais acessados:

MRV (MRVE3) avança após fundo canadense anunciar aporte em startup da companhia

Setor público tem superávit primário de R$ 15,034 bilhões em novembro, afirma BC

Ibovespa abre em alta de 0,39%, acompanhando exterior, em último pregão do ano

Bolsonaro sanciona lei que estabelece o Auxílio Brasil

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade