Petrobras avalia decisão contrária do Senado a ganho de R$ 13 bilhões com plano de saúde

Na noite de quarta-feira, o Senado aprovou decreto que susta os efeitos da Resolução CGPAR nº 23
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como um profissional

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Petrobras avalia decisão contrária do Senado a ganho de R$ 13 bilhões com plano de saúde; invistaja.info;


CYRE3 | P/L: 3.76 | ROIC: 0.0751 | Cresc.5anos: 0.1246 | Liq.2meses: 139772000.0 | P/Cap.Giro: 1.68 | P/EBIT: 10.51

ListenToMarket: Petrobras avalia decisão contrária do Senado a ganho de R$ 13 bilhões com plano de saúde – Áudio gerado às: 9:20:27

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

hotWords: avalia petrobras decisão plano bilhões

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (invistaja.info) – A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta quinta-feira que avalia os impactos financeiros da alteração sobre a coparticipação da empresa no custeio dos planos de saúde dos funcionários, aprovada na véspera por decreto legislativo do Senado.

A empresa não divulgou valores, mas em notas explicativas do balanço do quarto trimestre de 2020 havia reconhecido um ganho de R$ 13 bilhões que ajudou no lucro daquele período e agora pode ser revertido, diante da nova regra aprovada pelo Senado.

Na noite de quarta-feira, o Senado aprovou decreto que susta os efeitos da Resolução CGPAR nº 23, norma que vigorava desde 26 de janeiro de 2018 e estabelecia, dentre outros temas, diretrizes e parâmetros para o custeio das empresas estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde aos empregados.

Com o decreto, a proporção 60%/40% do custeio do plano de saúde, pagos pela companhia e funcionários, respectivamente, será mantida e permanecerá durante a vigência do atual acordo coletivo ou até novo ajuste entre as partes, disse a Petrobras.

Na negociação do acordo coletivo 2020-2022, a proporção do custeio do plano de saúde havia sido alterada de 70% dos gastos cobertos pela companhia e 30% pelos beneficiários titulares para 60%/40% (companhia e empregados), a partir de 1 de janeiro deste ano.

A partir de 1 de janeiro de 2022, conforme o acordo coletivo, a fatia de cada parte ficaria 50%/50%, caso não houvesse mudança ou revogação da resolução.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.

hotWords: avalia petrobras decisão plano bilhões

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (invistaja.info) – A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta quinta-feira que avalia os impactos financeiros da alteração sobre a coparticipação da empresa no custeio dos planos de saúde dos funcionários, aprovada na véspera por decreto legislativo do Senado.

A empresa não divulgou valores, mas em notas explicativas do balanço do quarto trimestre de 2020 havia reconhecido um ganho de R$ 13 bilhões que ajudou no lucro daquele período e agora pode ser revertido, diante da nova regra aprovada pelo Senado.

Na noite de quarta-feira, o Senado aprovou decreto que susta os efeitos da Resolução CGPAR nº 23, norma que vigorava desde 26 de janeiro de 2018 e estabelecia, dentre outros temas, diretrizes e parâmetros para o custeio das empresas estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde aos empregados.

Com o decreto, a proporção 60%/40% do custeio do plano de saúde, pagos pela companhia e funcionários, respectivamente, será mantida e permanecerá durante a vigência do atual acordo coletivo ou até novo ajuste entre as partes, disse a Petrobras.

Na negociação do acordo coletivo 2020-2022, a proporção do custeio do plano de saúde havia sido alterada de 70% dos gastos cobertos pela companhia e 30% pelos beneficiários titulares para 60%/40% (companhia e empregados), a partir de 1 de janeiro deste ano.

A partir de 1 de janeiro de 2022, conforme o acordo coletivo, a fatia de cada parte ficaria 50%/50%, caso não houvesse mudança ou revogação da resolução.

Para entender como operar na bolsa através da análise técnica, inscreva-se no curso gratuito A Hora da Ação, com André Moraes.

palavras-chave: Petrobras avalia decisão contrária do Senado a ganho de R$ 13 bilhões com plano de saúde; invistaja.info;

RIO DE JANEIRO | mercados | invistaja.info – Petrobras avalia decisão contrária do Senado a ganho de R$ 13 bilhões com plano de saúde

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Veja também:

Pague Menos prevê abertura de 80 e 120 lojas em 2021 e 2022, respectivamente

Ibovespa Futuro tem leve alta com exterior, apesar de queda da indústria e votações no Congresso

Produção industrial cai 1,3% em julho, frustra expectativas e fica abaixo do patamar pré-pandemia

Aquisições feitas por BRF, Kora e Oncoclínicas; estreia da Vittia na B3, OceanPact firma acordo por Petrobras e mais notícias

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade