Publicidade

Turismo acumula prejuízo de R$ 453 bi na pandemia, mas crescerá 21,9% em 2021

Das perdas acumuladas na pandemia até outubro deste ano no setor, mais da metade ficaram concentradas nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Turismo acumula prejuízo de R$ 453 bi na pandemia, mas crescerá 21,9% em 2021; invistaja.info;


RPAD6 | Liq.Corr.: 3.82 | Mrg.Ebit: 0.0 | DY: 0.0 | Div.Brut/Pat.: 0.0 | ROIC: -0.0041 | P/ACL: 39.45

ListenToMarket: Turismo acumula prejuízo de R$ 453 bi na pandemia, mas crescerá 21,9% em 2021 – Áudio gerado às: 19:0:29

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

As atividades turísticas já somam um prejuízo de R$ 453 bilhões desde o agravamento da pandemia do novo COVID-19 no país, em março de 2020, até outubro deste ano, calcula a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

No entanto, a tendência é de recuperação gradual. Em outubro, a ociosidade da capacidade instalada do setor diminuiu, resultando na menor perda mensal de receitas desde o início da pandemia, R$ 11,2 bilhões, calculou o economista Fabio Bentes, responsável pelo estudo da CNC.

A CNC prevê um crescimento de 21,9% para as atividades turísticas em 2021, seguido de aumento de 2,4% em 2022. O segmento teve um tombo de 36,6% em 2020, afetado pela crise sanitária.

+Biotecnologia puxa lista de BDRs mais valorizados em 2021; empresas chinesas lideram queda

Segundo Bentes, o cancelamento de eventos como Réveillon e Carnaval em algumas cidades brasileiras deve adiar a recuperação plena do setor para o segundo semestre do ano que vem. Na projeção anterior, o setor recuperava o nível pré-crise em maio.

hotWords: crescerá acumula pandemia, 2021

Seja anunciante no invistaja.info

Do prejuízo acumulado na pandemia até outubro deste ano, mais da metade ficou concentrado nos estados de São Paulo (R$ 193,7 bilhões) e Rio de Janeiro (R$ 55,7 bilhões).

O agregado especial de atividades turísticas cresceu 1,0% em outubro ante setembro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado representa a sexta taxa positiva consecutiva, período em que acumulou um ganho de 51,2%. O segmento ainda opera 19,5% aquém do patamar de fevereiro de 2020, no pré-pandemia.

palavras-chave: Turismo acumula prejuízo de R$ 453 bi na pandemia, mas crescerá 21,9% em 2021; invistaja.info;

LONDRINA | negocios | invistaja.info – Turismo acumula prejuízo de R$ 453 bi na pandemia, mas crescerá 21,9% em 2021

REFLEXÃO: Barry Ritholtz, da Bloomberg: Mantenha a simplicidade, faço menos e administre sua estupidez.

Notícias relacionadas:

Ibovespa fecha em baixa pelo segundo dia seguido, pressionado por Wall Street antes do Fed

Inflação ao consumidor na Argentina sobe 2,5% na base mensal e 51,2% na anual

Nike compra startup de NFTs para vender tênis virtuais no metaverso

Aumento de preço pedido pela Petrobras atrasa venda de refinarias, dizem fontes à Reuters

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade