Publicidade

Um terço dos brasileiros está interessado em criptomoedas, diz Visa

Maior parte das pessoas que investe em criptomoedas as considera mais vantajosas que ações, diz o estudo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Um terço dos brasileiros está interessado em criptomoedas, diz Visa; invistaja.info;


BAHI3 | Pat.Liq: 142631000.0 | P/L: -5.83 | Liq.2meses: 41746.6 | DY: 0.0 | Cresc.5anos: 0.7805 | P/Ativo: 0.425

ListenToMarket: Um terço dos brasileiros está interessado em criptomoedas, diz Visa – Áudio gerado às: 15:20:34

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Quase um terço (29%) dos brasileiros mostra interesse em investir em criptomoedas ou usá-las para pagamentos, mostra um novo levantamento global da Visa divulgado nesta segunda-feira (27). Segundo a pesquisa, realizada entre agosto e setembro de 2021, o Brasil é o país com maior percentual de “adultos curiosos” por criptoativos.

O estudo também aponta que brasileiros que já têm criptomoedas têm muito interesse em aumentar sua exposição à classe de ativos nos próximos 12 meses. Os entrevistados ainda apoiam majoritariamente a ideia de que as criptomoedas serão amplamente usadas para comprar produtos e enviar dinheiro nos próximos 5 a 10 anos.

A maioria (71%) dos investidores de criptomoedas também disse considerá-las mais vantajosas do que ações (71%), e apenas 8% dos pesquisados disseram ter se informado sobre criptomoedas, mas não as veem com bons olhos.

+Site dos Correios volta a funcionar depois de algumas horas fora do ar

O levantamento ainda confirma tendências vistas no exterior, como o maior apelo das criptomoedas entre pessoas de mais alta renda, principalmente entre os mais jovens. Por outro lado, mostra que o Bitcoin é conhecido por praticamente todos os pesquisados brasileiros: quase todo mundo (97%) já ouviu falar.

hotWords: visa terço brasileiros criptomoedas,

Publique seu negócio no invistaja.info

A Visa afirma que cerca de um quarto das pessoas que conhecem as criptomoedas já compraram, mas a preferência não é pelo Bitcoin: a maioria busca stablecoins, ativos digitais com paridade com moedas nacionais, geralmente o dólar.

“Esses resultados sugerem que as criptomoedas estão deixando de ser um ativo de nicho voltado a uma pequena comunidade de investidores e chegando ao mercado geral, ficando cada vez mais acessível ao público e a novos adotantes no Brasil”, afirma Romina Seltzer, head de soluções para a Visa América Latina e Caribe.

Para a executiva, as criptomoedas representam uma mudança tecnológica e todas as instituições financeiras precisarão ter uma estratégia para criptomoedas para atender à nova demanda dos clientes.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

palavras-chave: Um terço dos brasileiros está interessado em criptomoedas, diz Visa; invistaja.info;

FARIA LIMA | mercados | invistaja.info – Um terço dos brasileiros está interessado em criptomoedas, diz Visa

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Leia também:

Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3) e Americanas (AMER3) lideram altas da bolsa hoje; entenda

Coronavírus pode persistir em órgãos por meses, diz estudo

Retorno de passageiros não reverte perdas de aéreas dos EUA

Secretaria contra Covid-19 contradiz discurso de Bolsonaro e afirma ao STF que vacinas são seguras para crianças

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade