Além de Braskem, Petrobras tenta vender Deten para deixar área petroquímica

Estão também na fila Copenor e FCC, mas ainda sem anúncio de venda
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para traders e investidores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Além de Braskem, Petrobras tenta vender Deten para deixar área petroquímica; invistaja.info;


CSAB4 | DY: 0.0401 | Mrg.Ebit: 17.0597 | P/EBIT: 7.87 | Mrg.Liq.: 17.6243 | ROIC: 0.0 | P/L: 7.62

ListenToMarket: Além de Braskem, Petrobras tenta vender Deten para deixar área petroquímica – Áudio gerado às: 11:50:23

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Além da fatia que detém na Braskem (BRKM5), a Petrobras (PETR3; PETR4) tenta vender seus outros ativos na área petroquímica, como a Deten, líder no mercado brasileiro na produção de insumos para detergentes biodegradáveis de uso doméstico e institucional, onde possui 27,8%.

A empresa contratou o Santander para fazer a operação, anunciada em junho. Estão também na fila Copenor e FCC, mas ainda sem anúncio de venda.

Para desinvestir a fatia de 47% de ações de controle que detém na Braskem, a estatal contratou o JPMorgan, informou a companhia, enquanto a Novonor (ex-Odebrecht), controladora com 50,1%, trabalha com o Morgan Stanley para a venda.

+Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta segunda-feira – 9/8

Esse processo vem encontrando dificuldade porque os investidores têm se interessado por ativos da empresa no Brasil, México e Estados Unidos separadamente.

Já a Deten Química na Bahia, próxima da lista, fornece matéria-prima para grandes multinacionais e empresas de varejo locais.

hotWords: petrobras vender deten para área tenta

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Segundo o teaser de venda, a empresa é a única produtora de LAB (Linear Alquilbenzeno) no Brasil, com uma posição líder de mercado, quando calculado por LAB Equivalente produzido em 2020. O produto é utilizado na produção de detergentes – líquidos e em pó – biodegradáveis.

A companhia também produz ALP (alquilado pesado) utilizado em aditivos lubrificantes e óleo têxtil.

A Petrobras possui ainda participação na Companhia Petroquímica do Nordeste (Copenor), supridora relevante de metanol e seus derivados no mercado brasileiro para os segmentos de biodiesel, agronegócios e químicos, e na Fábrica de Catalisadores Carioca (FCC), que produz e entrega soluções em catalisadores e aditivos para o craqueamento catalítico de petróleo, ou seja auxilia na transformação do petróleo bruto em gasolina, diesel e gás liquefeito de petróleo (GLP).

palavras-chave: Além de Braskem, Petrobras tenta vender Deten para deixar área petroquímica; invistaja.info;

RIO DE JANEIRO | mercados | invistaja.info – Além de Braskem, Petrobras tenta vender Deten para deixar área petroquímica

REFLEXÃO: Michael Batnick, gestor de patrimônios da Ritholtz: Evitar erros catastróficos é mais importante do que construir o portfólio perfeito.

Saiba mais:

Ouro cai a menor patamar desde abril em meio a apostas de retirada de estímulos pelo Fed

Ação da Viveo (VVEO3) estreia na B3 com alta de mais de 10%

Lei que transforma times de futebol em empresas é sancionada

Preços do petróleo e do minério de ferro caem cerca de 4% com dados de China e temores sobre variante delta

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade