Publicidade

Âmbar, da J&F, diversifica com projeto de R$ 150 milhões em usinas solares para Swift

Empreendimentos somam 34 MWp de potência e devem garantir que 100% do consumo de eletricidade da rede Swift seja atendido a partir de uma fonte renovável
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para traders e investidores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Âmbar, da J&F, diversifica com projeto de R$ 150 milhões em usinas solares para Swift; invistaja.info;


CURY3 | Mrg.Ebit: 0.2239 | P/VP: 3.4 | EV/EBIT: 5.34 | DY: 0.0797 | Pat.Liq: 608658000.0 | Liq.2meses: 6006840.0

SÃO PAULO (MarketMsg) – A Âmbar Energia, do grupo J&F, está investindo 150 milhões de reais em usinas de geração solar para abastecer as lojas da marca Swift, da JBS (JBSS3), num movimento que marca a reorientação de sua estratégia de crescimento para soluções de energia a clientes, afirmou a empresa à Reuters.

Localizados principalmente na região Sudeste, os empreendimentos somam 34 megawatts-pico (MWp) de potência e devem garantir que 100% do consumo de eletricidade da rede Swift seja atendido a partir de uma fonte renovável.

As usinas solares desenvolvidas pela Âmbar são de pequeno porte e se enquadram na modalidade de geração distribuída, com instalação nos telhados das próprias lojas, ou em unidades da JBS que estejam próximas, no modelo de “fazenda solar”.

+Saúde confirma redução de intervalo para reforço vacinal e anuncia 4ª dose para imunossuprimidos

A empresa já deu início ao projeto –cerca de 1 MWp está em operação. A previsão é que todas as usinas estejam em atividade até o segundo semestre de 2023.

A iniciativa está associada ao compromisso firmado pela JBS, também controlada da J&F, de zerar suas emissões líquidas de carbono até 2040. O plano prevê, entre outras iniciativas, a conversão de 100% da eletricidade consumida em toda a operação da JBS para fontes limpas –hoje, 80% do consumo já é renovável.

O projeto para a Swift marca o primeiro investimento em geração renovável da Âmbar Energia e também uma mudança de posicionamento estratégico, com a empresa se preparando para ser uma provedora de soluções de energia para clientes.

A Âmbar é mais conhecida como investidora em ativos de infraestrutura de energia elétrica. No segmento de transmissão, a companhia detém linhas e subestações nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

Já em geração, é dona de uma usina termelétrica de 480 megawatts (MW) de potência em Cuiabá (MT), ligada a um conjunto de gasodutos que transportam gás natural desde Chiquitos, na Bolívia.

hotWords: para diversifica usinas swift milhões

Anuncie no invistaja.info

Em junho deste ano, a Âmbar fechou a compra da termelétrica Uruguaiana (RS), que foi por muitos anos operada pela AES Brasil e foi vendida em 2020 à argentina Seasa. Com 640 MW de capacidade instalada, Uruguaiana estava praticamente desativada desde 2009 e voltou a operar em fevereiro deste ano, com o restabelecimento do fornecimento de gás.

A Âmbar vem avaliando alternativas de diversificação do portfólio nos últimos anos e, com a aceleração da transição energética e o fortalecimento da agenda ESG, decidiu apostar também nas fontes renováveis de geração.

O plano é ir além da simples oferta de energia, mas oferecer um pacote completo de soluções que permitam “limpar” a matriz energética de clientes.

Nesse cardápio de opções, estão as usinas de geração distribuída solar, a compra de energia no ambiente de contratação livre (ACL), projetos de eficiência energética e o fornecimento de I-RECs, os certificados de energia renovável.

Além do projeto para a Swift, a Âmbar vem se movimentando para ampliar o percentual de fontes renováveis no consumo de outros braços da J&F. Com esse intuito, assinou no mês passado um contrato de compra de energia (PPA) com a Neoenergia que prevê o fornecimento, a partir de 2023, de 30 MW médios de energia eólica.

A intenção da Âmbar é começar a ofertar soluções energéticas para o mercado, não ficando restrita aos negócios da J&F.

Apesar do novo foco em energia limpa, a companhia não pretende se desfazer de seus ativos a gás, por considerar que o combustível é essencial em meio à transição energética para uma economia de baixo carbono.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

palavras-chave: Âmbar, da J&F, diversifica com projeto de R$ 150 milhões em usinas solares para Swift; invistaja.info;

BRASIL | mercados | invistaja.info – Âmbar, da J&F, diversifica com projeto de R$ 150 milhões em usinas solares para Swift

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Veja também:

Balança comercial tem superávit de US$ 366,4 milhões na 3ª semana de dezembro

Tesouro dos EUA defende legislação para regular stablecoins

Petrobras (PETR3;PETR4) terá reembolso líquido de US$ 3 bi com leilão da ANP: confira os possíveis destinos do recurso

Após mais um leilão de transmissão marcado por forte competição, qual foi o saldo para as empresas vencedoras?

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade