Biden perde apoio de democratas em meio a temores pós-pandemia, diz pesquisa Reuters/Ipsos

Desafio do presidente americano será encontrar soluções práticas mantendo o partido unido
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Biden perde apoio de democratas em meio a temores pós-pandemia, diz pesquisa Reuters/Ipsos; invistaja.info;


FRAS3 | P/Ativo: 0.927 | ROE: 0.2395 | P/ACL: -6.32 | P/EBIT: 10.93 | EV/EBIT: 13.09 | P/VP: 2.68

ListenToMarket: Biden perde apoio de democratas em meio a temores pós-pandemia, diz pesquisa Reuters/Ipsos – Áudio gerado às: 11:40:24

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

NOVA YORK (invistaja.info) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sofre uma queda em seu apoio popular desde abril, principalmente de colegas democratas, enquanto seu governo luta com o Congresso para cumprir promessas de campanha e mais norte-americanos se preocupam com uma recuperação econômica desigual, indicou uma pesquisa Reuters/Ipsos.

Uma pesquisa de opinião nacional feita entre 11 e 17 de junho mostra que Biden é mais popular do que seu antecessor republicano, Donald Trump, jamais foi: 55% dos adultos aprovam seu desempenho no cargo e 65% gostam de sua reação à pandemia de coronavírus. Quatro anos atrás, nesta mesma época, cerca de 36% dos adultos aprovavam o desempenho de Trump no cargo.

Mas um número crescente de norte-americanos desaprova a liderança de Biden na economia, violência armada e taxação, e o maior declínio aparece dentro de seu Partido Democrata, especialmente entre os de menos de 40 anos, não-brancos ou que não têm diploma universitário.

+Ibovespa Futuro tem leve queda com investidores atentos a indicadores e ruídos na política brasileira

A economia substituiu o sistema de saúde e doenças como preocupação principal, já que quase um quarto dos adultos entrevistados a classificaram como o problema mais importante. A maioria dos cidadãos está preocupada com o aumento dos custos de vida, e o público está dividido quase igualmente sobre quanto o governo deveria fazer para melhorar as coisas, de acordo com a sondagem.

Quarenta e oito por cento dos entrevistados disseram aprovar a maneira como Biden conduz a economia, um recuo de quatro pontos em relação a uma pesquisa semelhante de abril. O número de norte-americanos que desaprova a atuação econômica do presidente subiu quatro pontos e chegou a 43%.

O pesquisador democrata Ryan Pougiales disse que muitas pessoas ainda sentem que estão longe do normal.

hotWords: temores biden perde democratas apoio

Publique seu negócio no invistaja.info

“Existe uma impaciência enorme” com a economia, disse Pougiales. “Todo mundo está trancado em casa. Muitos perderam o emprego ou perderam entes queridos.”

Só 35% acreditam que a economia do país está seguindo na direção certa, e 44% se dizem “muito temerosos” de que os preços continuarão a subir, segundo a pesquisa Reuters/Ipsos.

Entre os democratas, 78% disseram aprovar a pauta econômica de Biden, sete pontos menos do que em abril, e o número de correligionários que desaprova seu plano econômico aumentou seis pontos e atingiu 15%.

O desafio de Biden será encontrar soluções práticas mantendo o partido unido, o que inclui muitos democratas que inicialmente preferiam candidatos mais liberais, minorias raciais e pessoas com menos educação formal.

Curso gratuito do (MarketMsg) mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.

palavras-chave: Biden perde apoio de democratas em meio a temores pós-pandemia, diz pesquisa Reuters/Ipsos; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – Biden perde apoio de democratas em meio a temores pós-pandemia, diz pesquisa Reuters/Ipsos

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Notícias relacionadas:

Analistas revisam projeções para CCR após acordo crucial com governo de SP: “foco agora é no futuro”

Setor público tem déficit primário de R$ 15,541 bilhões em maio, revela BC

Ação da CCR salta até 6,7% com acordo com governo de SP, mas ameniza; Vale tem nova alta, enquanto Braskem cai após salto na véspera

Ação da CCR salta até 6,7% com acordo com governo de SP; Vale tem nova alta, enquanto Braskem cai após salto na véspera

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.