Guedes diz que China inventou coronavírus, mas tem vacina menos eficaz que EUA

Comentários foram feitos durante reunião do Conselho de Saúde Complementar, na qual também estava presente o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Guedes diz que China inventou coronavírus, mas tem vacina menos eficaz que EUA; invistaja.info;


MDIA3 | Liq.Corr.: 2.37 | Div.Brut/Pat.: 0.24 | Pat.Liq: 6645570000.0 | ROE: 0.1149 | EV/EBIT: 19.62 | P/Ativo: 1.005

ListenToMarket: Guedes diz que China inventou coronavírus, mas tem vacina menos eficaz que EUA – Áudio gerado às: 18:10:47

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(MarketMsg) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que o COVID-19 foi inventado pela China e que a vacina desenvolvida pelos chineses é menos efetiva que a criada pelos norte-americanos.

Os comentários foram feitos durante reunião do Conselho de Saúde Complementar, na qual também estava presente o chefe da pasta da Saúde, Marcelo Queiroga. Após saber que o vídeo estava sendo gravado, Guedes disse: “Só não manda para o ar, por favor”.

A transmissão do evento fora feita pelas redes sociais do Ministério da Saúde, mas após o término da reunião o vídeo não estava mais disponível.

+Ibovespa Futuro opera próximo da estabilidade com investidores de olho em CPI da Covid e balanços

Guedes falava sobre a relevância do investimento privado para o avanço de tecnologias em países desenvolvidos e chegou a citar como exemplo a vitória de Estados Unidos e Reino Unido na Segunda Guerra Mundial, que, segundo ele, ocorreu pela força do setor industrial de ambos.

Ao fim da fala, o ministro afirmou: “O chinês inventou o vírus, e a vacina dele é menos efetiva do que a do americano.”

hotWords: guedes inventou menos china

Seja anunciante no invistaja.info

“O americano tem cem anos de investimento e pesquisa”, acrescentou o ministro, emendando que basta os norte-americanos conhecerem o vírus para rapidamente desenvolverem um imunizante.

Guedes fez uma exortação sobre “acreditar no setor privado” e disse: “Nós, governo, não teremos capacidade de cuidar da saúde do povo brasileiro todo”, justificando que, nos EUA, de acordo com o ministro, ocorre o mesmo.

Críticas de integrantes do governo e de pessoas próximas ao presidente Jair Bolsonaro à China causaram mal-estar no ano passado. O país asiático –maior parceiro comercial do Brasil– é fornecedor do insumo farmacêutico ativo (IFA) da CoronaVac, vacina do laboratório chinês Sinovac, e da vacina da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, os dois únicos imunizantes que estão sendo aplicados no Brasil atualmente.

Procurada, a assessoria de imprensa do Ministério da Economia informou que ainda não havia posicionamento a respeito da fala de Guedes.

palavras-chave: Guedes diz que China inventou coronavírus, mas tem vacina menos eficaz que EUA; invistaja.info;

FARIA LIMA | mercados | invistaja.info – Guedes diz que China inventou coronavírus, mas tem vacina menos eficaz que EUA

REFLEXÃO: Bill Mann, da Motley Fool Asset Management: Busque investir em conjunto com grandes gestores, depois, é só ser paciente.

Leia também:

Alphabet: dona do Google tem receita de US$ 55,3 bilhões no primeiro trimestre de 2021

Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46

Ações da Petrobras caem mais de 2% e Soma recua 15% em dois dias; Vale sobe e Smiles tem queda após balanços

Biden tem desempenho melhor que Trump nos primeiros 100 dias, aponta pesquisa Reuters/Ipsos

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade