Publicidade

PetroRio interliga campos de Polvo e Tubarão Martelo, vê corte de custos de US$ 50 milhões ao ano e reduz riscos

O custo total de operação do cluster, que estava em cerca de US$ 120 milhões por ano, será reduzido para aproximadamente US$ 70 milhões
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para traders e investidores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: PetroRio interliga campos de Polvo e Tubarão Martelo, vê corte de custos de US$ 50 milhões ao ano e reduz riscos; invistaja.info;


AZEV3 | Liq.2meses: 1617160.0 | EV/EBITDA: -32.15 | Cresc.5anos: -0.5695 | ROIC: -0.1154 | P/VP: -2.29 | Liq.Corr.: 1.03

A petroleira PetroRio (PRIO3) informou na quarta-feira que concluiu a interligação entre os campos de Polvo e Tubarão Martelo, em movimento que cria um polo (cluster) de produção de campos maduros na Bacia de Campos e deve representar uma economia de US$ 50 milhões por ano para a empresa.

Segundo a companhia, a redução de custos operacionais corresponde ao valor de leasing da plataforma FPSO Polvo, atualmente afretada ao campo, e gastos com manutenção e diesel. O projeto, que teve duração de 11 meses e custo de 45 milhões de dólares, interliga a plataforma Polvo-A e o FPSO Bravo.

O custo total de operação do cluster, que estava em cerca de US$ 120 milhões por ano, será reduzido para aproximadamente US$ 70 milhões por ano, disse a empresa em fato relevante.

+Existe interesse na compra do carro novo, mas falta produto no mercado, diz presidente da Anfavea

“A redução dos custos absolutos do novo cluster permitirá que mais óleo seja recuperado nos reservatórios, durante um maior período, aumentando consideravelmente o fator de recuperação dos campos”, acrescentou a Petro Rio.

A petroleira informou ainda que, a partir desta data, passará a ter direito sobre 95% do óleo do polo Polvo + Tubarão Martelo até os primeiros 30 milhões de barris de óleo produzido, e 96% após 30 milhões de barris, assim como será responsável por 100% dos custos de Opex, Capex e abandono dos campos.

O Itaú BBA avalia a notícia como positiva e aponta que, apesar da interligação já estar contemplada no modelo do banco, a conclusão do projeto reforça a capacidade de execução da PetroRio. A percepção do mercado sobre os riscos de execução de projetos futuros (como a ligação Frade-Wahoo) também deve melhorar à medida que a empresa continua a construir credibilidade.

hotWords: martelo, campos corte petrorio interliga reduz

Seja anunciante no invistaja.info

“Acreditamos que o foco do mercado agora se voltará para a estabilização da produção do cluster Polvo e TBMT. Uma vez que o gargalo potencial tenha sido deixado para trás, esperamos que o foco retorne ao crescimento inorgânico potencial – em que a empresa entregou uma criação de valor significativa nos últimos anos – dado que os marcos para Frade-Wahoo só devem ser alcançados em 2024”, apontam os analistas.

O Bradesco BBI, por sua vez, destaca que a redução de custos para o novo cluster permitirá que mais óleo seja recuperado por períodos mais longos, aumentando o fator de recuperação nos campos.

De acordo com o relatório de certificação de reservas publicado este ano pela DeGolyer & MacNaughton, o cluster agora tem vida econômica até 2037 (considerando as reservas 1P), o que representa uma extensão de 10 anos para Polvo e 12 anos para Tubarão Martelo.

“Este é um marco importante de redução do risco para a PetroRio. Além da redução significativa de custos, o FPSO Bravo em operação é relativamente novo (construído em 2012), tem alta confiabilidade operacional e permitirá maior eficiência operacional no campo de Polvo”, afirmam os analistas.

(com Reuters)

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

palavras-chave: PetroRio interliga campos de Polvo e Tubarão Martelo, vê corte de custos de US$ 50 milhões ao ano e reduz riscos; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – PetroRio interliga campos de Polvo e Tubarão Martelo, vê corte de custos de US$ 50 milhões ao ano e reduz riscos

REFLEXÃO: Michael Batnick, gestor de patrimônios da Ritholtz: Evitar erros catastróficos é mais importante do que construir o portfólio perfeito.

Veja também:

PetroRio interliga campos de Polvo e Tubarão Martelo, vê corte de custos de U$ 50 milhões ao ano e reduz riscos

Lojas Renner anuncia contrato para compra da plataforma de revenda Repassa

Membro do BCE alerta contra redução prematura de estímulo

À prova de escândalo: fortuna dos irmãos Batista, da JBS, soma quase US$ 6 bilhões

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade