Aéreas acumulam perdas de US$ 126 bi em 2020, queda de 60,2%, aponta Iata

Declínio no número de passageiros transportados em 2020 foi o maior registrado desde que os índices de demanda começaram a ser rastreados, em meados de 1950
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Aéreas acumulam perdas de US$ 126 bi em 2020, queda de 60,2%, aponta Iata; invistaja.info;


CMIN3 | Mrg.Ebit: 0.589 | P/Ativo: 1.831 | P/Cap.Giro: 6.7 | PSR: 2.232 | Cresc.5anos: 0.0 | Liq.2meses: 48792400.0

ListenToMarket: Aéreas acumulam perdas de US$ 126 bi em 2020, queda de 60,2%, aponta Iata – Áudio gerado às: 18:10:30

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

As companhias aéreas transportaram 1,8 bilhão de passageiros em 2020, queda de 60,2% sobre 2019, em meio aos efeitos da pandemia da Covid-19 no setor. No ano passado, o prejuízo líquido acumulado das empresas atingiu US$ 126 bilhões globalmente.

Os dados compõem a publicação anual da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata, na sigla em inglês), divulgada nesta terça-feira, 3.

Conforme a associação, o declínio no número de passageiros transportados em 2020 foi o maior registrado desde que os índices de demanda (medida em passageiros-quilômetro transportados, ou RPK) começaram a ser rastreados, em meados de 1950.

+Startup de biometria se torna mais novo unicórnio brasileiro, após cheque de R$ 625 milhões de General Atlantic e SoftBank

“O ano de 2020 foi um período que todos gostaríamos de esquecer, mas foram as ações rápidas das companhias aéreas e seu comprometimento que fizeram com que o setor atravessasse o ano mais difícil de sua história”, disse em nota o diretor-geral da Iata, Willie Walsh.

No ano passado, a demanda global (RPK) recuou 65,9% sobre 2019. Já a capacidade das companhias aéreas, calculada em assentos-quilômetro oferecidos (ASK), caiu 56,7% na mesma base, com o segmento internacional sendo o mais atingido, com redução de 68,3%.

De acordo com a associação, em 2020 a demanda internacional de passageiros caiu 75,6% sobre o ano anterior. Já a doméstica caiu 48,8% na mesma base. Diante das restrições da pandemia, o número de rotas caiu em mais da metade no ano passado.

hotWords: 60,2%, iata acumulam aéreas aponta

Anuncie no invistaja.info

Ainda segundo a entidade, a receita total de passageiros recuou 69% em 2020, para US$ 189 bilhões.

Ranking global

A região Ásia-Pacífico registrou uma queda de 53,4% do número de passageiros transportados em 2020, para 780,7 milhões. Em seguida, vêm América do Norte, com 401,7 milhões de passageiros (-60,8%); Europa, com 389,9 milhões (-67,4%); América Latina, com 123,6 milhões (-60,6%); Oriente Médio, com 76,8 milhões (-67,6%) e África, com 34,3 milhões de passageiros transportados (65,7%).

As cinco companhias aéreas com melhor desempenho de passageiros transportados, segundo a Iata, foram American Airlines, seguida de China Southern Airlines, Delta, United e China Eastern Airlines.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

palavras-chave: Aéreas acumulam perdas de US$ 126 bi em 2020, queda de 60,2%, aponta Iata; invistaja.info;

FARIA LIMA | negocios | invistaja.info – Aéreas acumulam perdas de US$ 126 bi em 2020, queda de 60,2%, aponta Iata

REFLEXÃO: Bill Mann, da Motley Fool Asset Management: Busque investir em conjunto com grandes gestores, depois, é só ser paciente.

Leia também:

Relator faz aceno a optantes do Simples e a Estados e municípios em novo parecer

Após lucro recorde da Pague Menos no 2º tri, analistas reiteram compra e otimismo com empresa; papéis sobem mais de 4% na Bolsa

Doações dão suporte ao jornalismo, e novas vozes ganham força

Ibovespa fecha em alta de 0,9% puxado por Vale e Petrobras em meio a exterior e novidade em reforma; dólar sobe a R$ 5,19

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade