Publicidade

Bolsonaro diz que deve levar ação ao STF para definir valor de ICMS sobre combustíveis

“Seria talvez uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) por omissão para a gente definir o preço do ICMS”, afirmou
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Bolsonaro diz que deve levar ação ao STF para definir valor de ICMS sobre combustíveis; invistaja.info;


SNSY5 | Liq.2meses: 162127.0 | P/L: -0.41 | ROE: 0.0882 | P/EBIT: -1.5 | P/Cap.Giro: -0.38 | Cotacao: 6.56

ListenToMarket: Bolsonaro diz que deve levar ação ao STF para definir valor de ICMS sobre combustíveis – Áudio gerado às: 12:50:43

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

BRASÍLIA (invistaja.info) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que deve apresentar ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação para definir um valor fixo em cada Estado para o ICMS que incide sobre os combustíveis, antecipando que deve sofrer uma derrota no Congresso na votação de um projeto de lei sobre o tema.

“Entramos com um projeto lá, pedimos urgência e acho que vou ser derrotado, para que cada Estado defina um valor fixo do ICMS… Como devo perder isso daí, só tenho um caminho, vou depender do STF. É o que temos no momento”, disse Bolsonaro a apoiadores ao sair do Palácio da Alvorada nesta manhã, de acordo com vídeo divulgado nas redes sociais.

“Seria talvez uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) por omissão para a gente definir o preço do ICMS”, afirmou.

+Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta segunda-feira – 17/5

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é calculado atualmente com um percentual em cima do valor cobrado pelas refinarias. A intenção do presidente com o projeto de lei enviado ao Congresso era que a cobrança passasse a ser feita com um valor fixo em reais, como a Cide, uma contribuição federal que também incide sobre os combustíveis.

Bolsonaro tem reclamado das críticas feitas ao governo federal pelo preço alto dos combustíveis, alegando que os governadores têm a maior responsabilidade devido ao ICMS.

hotWords: sobre combustíveis para bolsonaro ação valor

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Segundo Bolsonaro, não é possível saber qual a composição do preço do combustível em termos tributários atualmente, e a população coloca a culpa nele.

“Tem Estado que é um estupro o ICMS. E o pessoal me culpa. Então queremos a definição. O Estado cobra o que quiser, mas ele que diga o que está cobrando, porque hoje em dia você não sabe disso. Aí quando aumenta a gasolina o pessoal me culpa”, afirmou.

O presidente lembrou ter reduzido por dois meses –a partir de março– a incidência do PIS/Cofins sobre os combustíveis, mas disse que a medida não serviu para reduzir os preços “na ponta da linha”.

Stock Pickers lança curso online e gratuito que ensina a identificar ativos com ótimo potencial de valorização. Inscreva-se.

palavras-chave: Bolsonaro diz que deve levar ação ao STF para definir valor de ICMS sobre combustíveis; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Bolsonaro diz que deve levar ação ao STF para definir valor de ICMS sobre combustíveis

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Saiba mais:

Fórum Econômico Mundial cancela reunião em Cingapura prevista para agosto

Fiocruz deve receber nova remessa de IFA no sábado

Investidores ESG buscam mercados emergentes e desafiam céticos

Ações de Cemig e Rede D’Or sobem, Méliuz e Enjoei caem forte após balanços; Vale e siderúrgicas têm ganhos

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade